2 riscos & rabiscos

Com gostinho de Algodão Doce!

Aquela simples vontade de deitar na grama, olhar o céu estrelado, longe da luz da cidade... E pensar, e só falar no universo, nessa vida que nos cerca e de coisas que nenhuma pessoa normal passaria noite a fora dizendo.
Ou simplesmente ficar lá, olhando aquela perfeição cheia de estrelas.
E de repente abrir os olhos e se dar conta de que não tem nada de errado em lembrar da infância, das comidas gostosas, das brincadeiras, dos risos e diversões.
De um tempo feliz  que se foi e, exceto por lembranças, não volta mais.
Sentir aquela textura de algodão doce, do cheirinho da garapa na estrada, do doce de leite da vovó e da carne moída com legumes que a mamãe faz. E mesmo daquele bolo disforme da irmã mais nova.
E sentir falta da época que nada fazia falta, além de um desenho animado bobo na tv e uma música animada dos Mamonas Assassinas pra ficar girando a toa na sala de casa, girar, girar e girar até ficar tonta e cair rindo no chão.
Agradecer por essa época de infância tranquila, que mesmo com todos os altos e baixos, foi perfeita de cima a baixo.

Se dopar de lembranças fantásticas, pra fazer o presente parecer um pouco melhor do que as pessoas do lado de fora acham que é - e que na real, a gente sabe que não é.

Lembrar da adolescência, onde tudo que importava era ler e falar de tecnologia e ciência, e de estudar português pra ter pachorra de querer e conseguir corrigir a professora da matéria. Se gabar da facilidade com inglês, disciplina que você ama, não abre mão e mesmo assim, mata aula, porque ela simplesmente não acrescentava nada.
E ficar vidrada na disciplina de matemática e química, porque nada mais no mundo parecia ser mais fantástico que isso (com exceção, é claro, da fantástica Tecnologia de Informação e Comunicação).
Da época que nossa vida simplesmente parecia não precisar de trilha sonora e citações bonitinhas.
Da época que ficar dias e dias desenhando parecia que era tudo o que mais importava.

Whoa... E de achar bonita a cicatriz que você tem na testa e que parece causar remorso em qualquer um que a vê - e que pra vc, é um futuro mapa de um lugar mto fantástico e secreto... Delirar com coisas absurdas e simples, só porque as notícias da tv e dos jornais não tinham a obrigação de entrar na sua vida e regê-la como um maestro adoidado.

Da época que você não precisava fazer lógica pra ninguém, de que a normalidade era só uma palavra e razão era algo de que você gostava e adimirava, e não apenas uma obrigação.

3 riscos & rabiscos

d-.-b -> Last Train Home...



Dói alguém esperar que você consiga se dar bem no final?
Ou é mesmo melhor esperar que a pessoa fique chorando em casa, deploravelmente depressiva?

Bom, definitivamente, eu sou a ovelha negra. É, porque TODAS as decisões que eu tomo ou eu deixo os outros com vergonha, ou apavorados ou com medo de alguma catrastrofe. Sem, falar é claro, que um dia eu vou provocar um atentado terrorista por ter decidido comprar bananas ao invés de maçãs.

Quer saber, agora eu não tô entendendo nem metade dessa confusão mais. Começou porque eu terminei o namoro, depois ficaram todos putos comigo porque, ao invés de ficar chorando as pitangas em casa PRA PAREDE, eu saí pra jogar boliche e comer batatas fritas e me afogando em coca-cola. E ISSO ME DEIXOU FELIZ! Qual o problema em ter ficado feliz por jogar boliche e comer fritas com coca-cola, com uma excelente companhia?
Quer dizer que agora, só pq eu terminei o relacionamento, eu deveria ter cortado os pulsos?

Eu acho que alguém se arrepende muito pela minha existência, só pode. Eu não dou UMA dentro! Pelo visto só faço mancada.
.Eu arrumo emprego - porra, mancada! Mancada sim, ué, pq eu nao posso mais ficar voltando pra casa.
.Eu arrumo namorado - mancada, de novo! É, mancada... pq aí eu tô traindo o círculo das amazonas, de alguma forma.
.Eu alego não gostar do meu curso - mancada! É... rasgação de dinheiro.
.Eu alego que descobri que gosto muito de um curso - maaais mancada! É, pq aí eu to delirando, pq eu nunca sei o que eu quero.
.Eu tô feliz d+ - mancada! Isso lá é momento pra tá feliz?
.Eu tô triste d+ - mancada! Eu não to tomando remédios direito...
.Eu emagreço - mancada! Eu podia ter emagrecido mais.
.Eu engordo - mancada! Que porcaria eu to comendo agora??
.Eu vou numa festa - mancada! Tô querendo bater asas e sou deslumbrada!
.Eu fico em casa - mancada! Tô me pondo a beira do mundo, sendo antisocial.
.Eu ligo - mancada! Tá gastando telefone.
.Eu não ligo - mancada! Alguma merda eu tô aprontando pra não as caras, não dar notícias.
.Eu frequento lugar religioso X - mancada! Quem que eu to cheirando lá?
.Eu NÃO frequento lugar religioso x - mancada! Preciso por Jesus no coração...
.Eu vou morar com a pessoa X - mancada! Vai dar merda, vai dar briga, vai dar tudo errado e mais uma vez, fazendo escolhas erradas.
.Eu vou morar sozinha - mancada! Mais gastos...


Aaaaaah, ó... E na moringa não vai água, não né?

----oo----



né, eu tô aqui no trampo, fazendo seja-lá-o-que-tem-pra-fazer, e meu colega de trampo vira e me passa esse vídeo aí:



Bom, a cena seguinte era eu ficando roxa na frente do pc de tanto segurar risada!
Aí pra ajudar, depois eu leio o seguinte e-mail (PIADA):

Após 35 anos de serviço ele levava as correspondências por toda vizinhança e tratava a todos de uma forma bastante carinhosa.

Quando chegou na primeira casa de sua rota, foi recebido pela família que ali estava. Todos gritavam seu nome, e ainda presentearam-no com uma linda camisa.
Na segunda casa, presentearam-no com uma caixa de charutos finos.
A família da terceira casa entregou-lhe uma caixa com iscas para pesca.

Na quarta casa foi recebido na porta por uma loira deliciosa, vestida com uma camisola transparente e minúscula.
Ela segurou sua mão, gentilmente fechou a porta, colocando-o para dentro, subiu as escadas em direção ao quarto e transou com ele de uma forma que ele jamais tinha experimentado.
A mulher fazia de tudo, literalmente tudo, realmente parecia insaciável.
Quando ele já não agüentava mais, os dois desceram para a cozinha, onde ele foi novamente surpreendido com um café gigante: frutas, geléias, bolos, pães e um suco de laranja.
Quando estava saciado, a loira ofereceu-lhe um copo de café expresso.
Enquanto ela preparava, ele percebeu uma moeda de 25 centavos ao lado da xícara.

"Tudo isso foi tão maravilhoso, mas por que a moeda de 25 centavos", perguntou o carteiro?
"Bem, ontem à noite, eu avisei ao meu marido que hoje era seu último dia de trabalho, e que nós deveríamos fazer algo especial pra você.", disse a loira. "Perguntei o que deveríamos lhe dar e ele disse: '
FODE com ele: Dá uma moeda de 25 centavos!'. Mas o lanche foi idéia minha!"

Aí eu deixei de ficar roxa e quase desmaiei de tanto prender o ar tentando abafar riso. -.-'
4 riscos & rabiscos

Kinder Ovo

 E as vezes tudo que a gente precisa é... tempo.


Tempo pra respirar, acalmar e organizar as idéias. Tempo pra se fortalecer pra encarar o passado e caminhar sem erros pelo futuro.

O passado não volta, por maior que seja o esforço.

Eu nem sei o que dizer, sabe quando tem tanta coisa acontecendo que você nem sabe por onde começar a pensar? É, pois é.

As vezes você quer muito uma coisa, mas aí se dá conta de que não é uma boa idéia. E que aquela que seria má idéia, na realidade é a melhor...

E tudo que eu queria era um pouco mais de tempo...
Um pouco mais de espaço...
Um pouco mais de atenção...

E as vezes até reconhecimento...
Na realidade, o que eu queria de verdade...
Era um pouco mais de mim, pra mim.
E que me aceitassem assim como sou e nao como um
maldito macaquinho em que
mandam e desmandam o tempo todo.
Respirar...

Mas aí vc pára e pensa: Porra, mas tá tudo tao bem?! To reclamando de que, afinal...?!
Melhor impossível. Em barriga cheia, goiaba tem bicho.
Povo (eu) idiota! Toca a vida, vê que tem coisa pra fazer, mesmo que seja levar o lixo pra rua.
Ociosidade mata, sabia?
Nossa...



Aí ainda tem gente que prega a bunda na tv pra ver BigBostaBrasil e se acha o máximo né. Aí ái de mim com aquele vizinho bixa que grita o tempo todo com a cachorra e a sapa que tem lá. Ai reina o silêncio e eu penso cá com meus botões "Nossa, que massa!!!! Silencio..."
Mas aí sobe aquele AQUELE chêrão de queimado do cacete..Pô...  CABELO QUEIMADO!
Meu, os caras são bixas e nao sabem usar a porra do secador de cabelos ou da chapinha?! Ái de mim...

Bom, daí né... Tem aqueles que não se contentam em ver a propria merda e ai apontam a nossa. U-a-u... *-*
Ai a gente ainda fica de ruim de serviço né? Pois é...
Belezinha do cacete... ¬¬

Bom mesmo é ver barbie e o quebra nozes tomando sorvete de mm's - êta vidinha colorida do inferno!
;D
vai ser feliz assim lá onde Judas perdeu as botas!

Ai tu vai pro teu trampo e ouve "Hahaha, que legal que a vida é, iupi dubi dááá!!!" Daquela porca sem noção mandona e fuxiqueira que acha que manda em toda a sua vida e que você tem a obrigação de sorrir a cada piada ou comentário escroto que ela faz.



Óóóó intolerância infernal... Deus me livre disso logo, porque nem eu aguento mais!


Musiquinha pra acalmar os ânimos e animar o dia:

2 riscos & rabiscos

Merdas acontecem, sim! E daí?

Bom, exclui meu orkut, exclui meu fotolog.. e só nao exclui o formspring pq ele virou minha terapia particular.

Quero dizer aqui que, eu ter continuado a vida e nao ter morrido do lado de cá nao signifca q eu sou louca pirada deslumbrada e/ou transtornada. Significa q já nao quero deixar a peteca cair a cada complicacao que eu encotrar na minha vida. 
Se me chamam pra sair, eu vou mesmo, ainda mais aqui nessa joça de lugar q raramente tem o que fazer. Eu nao vou ficar pelos cantos, nao to sentindo essa necessidade. E se quiserem ter noticias minhas, é, leiam aqui. Não to esperando comentários, nem nada do tipo. E se quiserem comentar e nao der certo, como aconteceu com minha querida, amada e adorada bebezinha, minha irma! (nao estou sendo sarcastica nem iroinica, eu adoro essa garota mesmo)... Mandem ver no meu forms ;D FormFuckin'SpringME now!!!

Pelo AMORDEDEUS, nao me perguntei pq de rainhabranca! Eu já expliquei no primeiro post deste lugar.

MANO, se querem me ver mal, fiquem mal por mim blz? Mas nao mostrem piedade, dispenso isso... Meu dia de trabalho foi uma bosta pq eu fiquei (sim, eu sou HUMANA) mal com o que aconteceu.

Bom, pra quem tá boiando, eu to falando do meu namoro, que eu dei fim nele e sim, assumi o pq disso, falei os reais motivos da coisa. Nao quero continuar vivendo uma mentira, isso mata a gente por dentro. E nao é autopiedade, arhg credo, é bom senso e saco cheio de "faz de contas". O que eu fiz nao me torna pior ou melhor que alguém, eu fui eu e boa. BOA... Errando e aprendendo! E quem não faz merdas direto, que atire  a primeira pedra! É impossível aprender sem errar!
Aí vem vc, aquele cético medido a gostosao, escroto, me dizer que "tem sim, sua vaca! é só aprender com os erros dos outros". Pois bem! Vai lá aprende e depois me conta se vc resistiu a tentação do "ah, isso nao acontec comigo, pq sabe, eu nao sou como fulano, eu penso, eu sei ser frio, e a porra a 4"
Bom, se vc for assim, bom pra ti! ;D 


Eu fiz merda, escondi a merda, depois quis terminar, ai nao queriam entender os bons e sinceros e "neutros" motivos, ai eu assumi minha merda. Sei que deveria ter ido pro tumulo com isso, mas nao deu. Nao deu. NAO DEU.

Ah, se vc, aí do outro lado da tela, tá achando ruim eu estar dizendo isso, entao vem cá me dar uma surra - talvez eu esteja precisando. PQ SABE, embora eu tenha 21 anos, depois dos 18 as pessoas continuam precisando de certas orientações, e não apenas de broncas, cascos e dedos apontadores e recriminadores. Algumas conversas, por piores que sejam, desde que bem ditas com palavras devidas... são SEMPRE bem vindas. Nao to falando de nego passar mao na minha cabeça, mas nao doi ser cauteloso e sensato com as palavras, ajuda a gente a nao entender o A como G e continuar fazendo merda e bla bla bla whikas sache.

E SIM, EU TO FULA DA VIDA COM UM MONTE DE COISA, E NAO SOMENTE COM ISSO QUE ACONTECEU! PQ EU SOU HUMANA TÁ... e nao extravaso porra nenhuma a muito tempo, com excecao de hj q...



EU JOGUEEEEEI BOLICHE!!!
yeeeeeeeeeeeahhh!
foi mtooo bom!
nossa, uhaeuhaeuhaeuhaeu como eu sou ruim naquilo. quero dizer.. de todas as partidas, eu ganhei uma soh, mas meu L.E.R. nao ajudou e eu custei a pegar o jeitinho da coisa ^^ Mas é MUUUUUITO bom! Caramba huaeuhaeuha 

Mas ai a sensacao de leveza, sim, leveza, pq eu descontei tudo nas bolas.. UI! eauhaeu zuera... bom, a sensacao de leveza passou, pq depois neh, lah fui eu descriminada d novo. Anyway, todas as criticas sao bem vindas.

E, ah, minha indole nao mudou, eu continuo sendo a mesma nerd bobona e sem nocao de antes ;D Só que agora com uns interesses a mais xD Principalmente pq to começando a focar minhas vontades de futuro profissional, yeah ;D

Agora, aqueles que nao querem ficar de ombro amigo de uma pessoa devido ao término da relaçao dela, nao me mandem ficar depre, nao me digam pra ficar sentindo triste pq eh isso q recem solteiros fazem. Sinto mto, nao quero, dispenso. E nem to pedindo ombros amigos pra ninguem. Nooo, thanks. (mas agradeço saber que tem alguem por ai que seja amigo a esse ponto uheaueauuh =x ) Obrigada aos que já sao! Vcs sao umas gracinhas ohh huaeuhaeuhaeuhae ;D

E ao meu ex.. vc foi fantástico! Eu, bom... pedir desculpas nao adianta, mas... Acho que deu pra entender né?
Vc foi extremamente especial, o melhor, mais dedicado, carinhoso, atencioso... e perfeito... Eu, só não dava conta mais. Te desejo o melhor que a vida pode ter...
0 riscos & rabiscos

Enxeção de linguiça do inferno!

Nossa, agora que eu me dei conta... Esse template novo é moh gracinha, mas é embassado achar o link de comentário nele! Huahuahu.. o link fica do lado do título do Post e não no final do mesmo.
Bom, pra quem estiver com dificuldades, é um linkizinho branco chamado Riscos & Rabiscos.

Continuando... ah, nem sei o que ia dizer. Ah sim... Não sei.

Meu, é TÃO difícil assim PARAR de cometer um erro? Tipo, nego erra, pede desculpas. Ai beleza neh... Se parasse aí, tudo bem. Mas nããããããããããããããããããããããão! Insiste em ficar errando e errando e errando e errando... Assim não há mancha de café que saia da toalha, porra!

Cara, sendo bem escrota agora... Agradeço a minha bipolaridade! Não fosse por ela eu já teria pulado do precipício, se houvesse algum. É, pq, nao fosse pelas oscilações brutas e repentinas de humor, minha melancolia já teria virado depressão faz tempo, e essa depressão já teria entrado em fase mórbida há muito mais tempo ainda! Sei que a vida não é um mar de rosas, mas ser abençoada com a graça do bom Deus (se houver um, pq já tô duvidando dessa "inteligência suprema, causa primária de todas as coisas" faz tempo) é bom de vez enqdo! E me refiro, sim, a dinheiro, comodidade e tranquilidade de vida! É lógico, pô - não é pra isso que a maioria vive? Tem aqueles que vivem pra encontrar o caminho da iluminação e pá... mas se vc nao tiver pelo menos um desses itens, tu surta e não alcança seus objetivos nem fodendo!
Sei que to falando abobrinha, mas dane-se! É o que tá na minha cabeça agora, AGORA. E por agora, é AGORA mesmo, pq daqui 5min posso já descordar de mim mesma.

Meu, DÓÓÓÓI assim pras pessoas deixarem de serem TÃO possessivas umas com as outras? Quero dizer, ninguém é dono de ninguém, poxa. Respeito é um coisa, amor é outra e POSSESSÃO é completamente outra! Não dá pra misturar isso, dá merda!

Aí né, minha chefe vai casar. oO CADÊ O DINHEIRO PRO PRESENTE? É, porque mesmo se eu nao for, eu vou ter que dar presente né. É... eu nao quero ir pq nao quero ir sozinha lá! Meu, a festa é no dia dos namorados e é em outra cidade! No sábado! Eu vou estar um porre...

Caraleo, como eu estou/sou chata!

Bom, aí o telefone não parava de tocar.
- Quem fala?
- Ivy.
- Iris?
(poupei meu tempo e disse:)
- Isso, senhora. Em que posso ajudá-la?
- É que estou tentando entrar no site de vocês mas não dá certo! Aparece um erro.
- Que erro?
- Um erro, nao sei dizer.
- A senhora poderia ler o erro para mim, se estiver no computador?
- Ah, não estou.
- Senhora, em qual site tentou entrar?
- Ah, a moça da matriculo que me passou... é um negócio enorme, um endereço com o nome da instituição e omeu...
- Senhora, tem certeza? Este é o e-mail da senhora, você o utiliza para acessar seu curso após ter entrado no site da empresa.
- Ah, cansei. Vou pedir ao meu marido pra entrar em contato e resolver isso pra mim. Click! tutututu..

Hm...
Tá.
E meu cabelo É loiro sim! O equivalente ao loiro médio 7/0 da Wella (vide imagem a abaixo):




Aí né... o gato morreu. ¬¬

Se alguém precisar de adequação de trabalhos  as normasl abnt, transcrições de entrevistras (vídeos e/ou áudios), otimização e manipulação de fotos e imagens em geral, imagens vetoriais, entre em contato! Preço a negociar...
0 riscos & rabiscos

Conto de fadas para mulheres do séc. 21

Recebi por e-mail, esses dias, dois contos de fadas para mulheres do século XXI e... rachei de rir! Então, cá estou, compartilhando com vocês.

Era   uma   vez,  numa  terra  muito  distante,  uma  linda  princesa independente  e  cheia  de auto-estima  que,  enquanto contemplava a natureza  e  pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã. 
Então,  a  rã  pulou para o seu colo e disse: 
- Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar  de  novo  num  belo  príncipe  e  poderemos  casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre... 
E  então,  naquela  noite,  enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas  de  um  cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava: 
- Nem fo...den...do!


(de Luís Fernando Veríssimo)

...............................
É galera, mas é isso mesmo!
UHAUEHUAUuhUHUHAEHUaeuahaHUA




Bom, tô viajando, vou ficar sem postar, então... ÓTEEEEEEEEMA Páscoa a todos vocês!


Huhuh... só pra descontrair:


Os devidos direitos das imagens estão mencionados através de um link vinculados a elas!
0 riscos & rabiscos

E se...?

Eis uma história que achei, no FUUUUUUUNDO, mas bem FUNDO, do baú da minha caixa de entrada... Uma histórinha que comecei a escrever o ano passado, esqueci e agora vou retomar. Já tenho alguns capítulos - são todos bem curtinhos! Aliás, a maioria, até onde me lembro rsrs... então aqui juntei os dois primeiros capítulos (vocês vão achar que são um só)
Bom, me digam depois o que acharam, ok? ;D


E Se...

Capítulo 1 - A Família Phyrethon

Era o 30º torneio de esgrima do condado de Deltree e, segundo muitos esperavam, inclusive o sr. Hans Phyrethon, conde e general do condado, a família Phyrethon venceria o torneio novamente.
Era um torneio de esgrima, criado pelo primeiro conde de Deltree, William Deltree, afim de promover uma interação entre nobres moradores dali e uma diversão a ser assistida por todos gostassem do esporte.

Hans havia defendido o condado de Deltree desde os seus 13 anos e, por conta disto, foi proclamado chefe da guarda local.
William Deltree, o conde do condado Deltree, era um homem que havia tido apenas uma filha com sua esposa. A razão de não ter tido mais filhos, é porque Tula, sua esposa, fugiu com o guarda do castelo de William, deixando para que ele criasse sua filha, depois de William ter atingindo a idade da infertilidade.
Quando Hans expulsou da cidade arruaceiros e assassinos que andavam saqueando e massacrando as pessoas do local, William viu nele tudo o que queria em um filho – o filho que nunca teve.
Assim, quando Hans completou 23 anos e Lídia 19, a idade mininma permitida pela Igreja, o velho William casou-os.
Um ano depois, quando o velho William Deltree morreu, passou à Hans o titulo de Conde Deltree.
O primeiro filho do casal era Harry, que Lídia viu crescer.
Harry não era um rapaz corajoso, destemido, guerreiro. Ele sonhava em ter sua casa no campo, uns porcos, vacas, patos e viver disso, com sua amada Lucy. Era um rapaz muito bonito, de olhos e cabelos pretos, com a pele extremamente clara, alto e forte. E apesar de não gostar e nem ser bom com lutas e armas, seria ele que entraria no torneio de esgrima defendendo o nome dos Phyrethon, pois o velho Hans já tinha passado da idade permitida e Harry já contava com mais de 19 anos – a idade base do torneio.
Devido ao peso na consciência por nunca ter gostado de lutas e como presente para o pai, Hans aceitou entrar no torneio, mas não foi facilmente que isso aconteceu.
Marie Claire Phyrethon, a filha mais nova de Hans, tinha apenas 17 anos quando o 30º torneio aconteceu. Diferente do irmão Harry, Marie era corajosa, destemida, guerreira e muito forte. Mas também muito omitida pelo pai, que esquecia da existência da filha quase todo o período de todos os dias. Não a olhava nos olhos e evitava conversar com a garota.
Marie também era uma garota que muitos homens desejavam ter para si como esposa. Não somente pelo dinheiro, mas também porque era extremamente bela, e de certa forma, misteriosa. Com lindos cabelos castanho-claros, olhos azuis bem claros e um corpo escultural, a garota só saía de casa para ir à feira e vez e outra, acompanhar o pai em alguns eventos que não podia escapar.
As más línguas do condado diziam que o general evitava a filha, pois sua amada esposa havia morrido no parto da mesma.
Marie sempre fora encarregada de cuidar da organização e limpeza do pequeno castelo, das refeições, das plantações, das vacas e dos porcos, coordenando, para isso, 15 empregados do pai.

Um mês e meio antes do torneio, quando foram abertas as inscrições, Marie soube da relutância do irmão em participar.
Quatro dias depois, enquanto treinava acertos em longo alcance com seus dardos, distraiu-se com um gavião que levantou vôo do solo com um ratinho preso às patas e partiu para o horizonte. Ficou absorta naquele momento durante alguns minutos e só voltou a si quando teve uma idéia para fazer o irmão participar do torneio e, imediatamente, voltou à casa a procura do mesmo, para propor-lhe o plano.
Enquanto passava pelos corredores à procura do irmão, ouviu uma rolha de garrafa estourar de dentro do escritório de seu pai. Curiosa para saber o que era, olhou pela fechadura da porta enquanto ouvia o que falavam.
- Tritto – disse a voz de seu pai – Brindemos então esta união que irá acontecer entre minha família e a sua.
- Sim, sim – exclamou a voz do velho Tritto - Será uma união magnífica! Não acha, filho? Marie Claire é uma garota muito bonita e educada, uma das melhores damas que há neste lugar.
- Sim, papai. – disse uma terceira voz, que ela reconheceu como sendo a de Fredo Tritto – Ela é. – e Marie não pode deixar de notar a pitada de malicia que houve nesta ultima fala de Fredo.
- Tenho certeza de que ela gostará da notícia. Anunciarei a todos no fim do torneio de esgrima. – disse a voz de se pai. – O que acha, Tritto de faze...
Mas a garota não ficou para ouvir o resto da conversa, pois o que presenciou até ali já a tinha arrasado o suficiente.
Subiu as escadas correndo e esbarrou em Charlotte, que cuidava das atividades em geral, sob o comando de Marie.
- D-d-desculpe, srta. Charlotte. – disse Marie, atrapalhada – Você sabe onde está meu irmão?
- Srta. Marie Claire, seu irmão está no quarto dele, dormindo.
- Obrigada.
Ela então correu até o quarto do irmão e entrou sem bater, acordando-o assustado.
 
 
;